Você está aqui


O professor Vinicius Romanini, do CCA-ECA-USP, ministrará o seminário "Os Fundamentos do Conhecimento Científico no Pensamento de Peirce", que será realizado no dia 23 de maio, terça-feira, às 16h no Auditório Adma Jafet, no Instituto de Física da USP. O evento é gratuito, sem necessidade de inscrição prévia.

O cientista, filósofo, lógico e matemático Charles S. Peirce é conhecido como o criador da semiótica, ou teoria geral dos signos. Embora a semiótica tenha se tornado mais popular e aceita nos círculos das Humanidades por enfatizar o papel da interpretação na construção do sentido, o fato é que Peirce pensou sua semiótica como uma lógica ampliada para o desenvolvimento ciência, baseada numa epistemologia capaz de abarcar as diversas formas de inferência, incluindo a indução e a dedução mas enfatizando um terceiro tipo de inferência que ele chamou de abdução (ou hipótese), a única maneira de entendermos o processo da descoberta científica. Peirce procurou em sua semiótica questionar as várias epistemologias nominalistas, sejam ela de vertente empirista ou racionalista, e defender um realismo radical, monista, que tem como corolário o falibilismo. O conhecimento científico é para ele uma empreitada social baseada na comunicação, em que o real se apresenta como o objeto lógico que seria representado na opinião final de uma comunidade de pesquisadores. Como o condicional futuro jamais de realiza concretamente, o aumento da informação carregada pelos signos durante a comunicação científica (e a educação) pode apenas nos aproximar socialmente da verdade, mas jamais aferrá-la inteiramente.

Vinicius Romanini é professor do Departamento de Comunicações e Artes da ECA/USP, pesquisador do Centro de Lógica e Epistemologia da Ciência (CLE) da Unicamp e atual presidente da Sociedade Brasileira de Ciência Cognitiva (SBCC).

Mais informações em: http://portal.if.usp.br/ifusp/pt-br/evento/semin%C3%A1rio-de-ensino-com-o-prof-vinicius-romanini-eca-usp