Você está aqui


Tomando como referência a experiência da Rádio JMS, da Escola Municipal General Júlio Marcondes Salgado, o Canal Futura apresentou, em seu programa “Janelas de Inovação”, no dia 7 de dezembro, às 22hs, um projeto da rede municipal de educação de São Paulo que, desde 2001, incorporou em seus espaços escolares uma proposta desenhada pelo Prof. Ismar Soares e pelo Núcleo de Comunicação e Educação por ele coordenado.

O documentário, apoiado pela Fundação Telefônica Vivo é conduzido pela filósofa Viviane Mosé, contando com um roteiro dinâmico, onde é priorizada a voz dos alunos, além de comentários dos dirigentes municipais e dos professores da escola. Destacam-se as falas dos Professores Carlos Lima, Shirley Diniz e André Jonatas Barbosa bem como de ex-alunos e alunos da escola, como Gabriela Valim e Lorena Miranda.
 
O vínculo da experiência da Rádio JMS, implantada em 2013, com o Educom.rádio, iniciado em 2001, pelo NCE/USP, foi apresentado pelo Prof. Carlos Lima, especialista em Educomunicação pela ECA/USP, e que desde 2006 vem comandando a expansão da educomunicação nas unidades escolares do município. Por sua vez, Gabriela Valim, ex-aluna da escola e, no momento, líder de projetos de promoção da juventude nas políticas municipais, não deixou dúvidas sobre o poder mobilizador representado por uma prática educomunicativa coerente com os fundamentos do conceito.
 
O vínculo histórico da JMS com a contribuição do NCE/USP, que sistematizou o conceito, levando-o,  entre 2001 e 2004, a 455 escolas públicas de São Paulo, com a colaboração de professores do CCA/ECA/USP e de mais de 600 mediadores (estudantes de graduação e de pós da USP de de outras universidades da região metropolitana), ficou por conta das intervenções do próprio Prof. Ismar Soares, em diversos momentos do vídeo, que tem a duração total de 12 minutos. Os professores do CCA, que colaboraram com  o NCE/USP,  foram, igualmente, os responsáveis, pela criação da Licenciatura em Educomunicação no ECA/USP.

O material, editado pela equipe do Canal Futura, soma-se a um conjunto crescente de produções que chegam ao Youtube, exemplificando a prática educomunicativa, em suas diferentes facetas, colocando o paradigma que a sustenta como referência obrigatória no debate sobre a reforma do ensino básico no país.

Acesso ao vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=fbP8MJLAt1M&t=155s