Você está aqui


A obra Percepções da Diferença: Negros e Brancos na escola pode se tornar referência como material didático para que professores abordem o racismo em sala de aula.

A contemporaneidade tem sido marcada por debates envolvendo a diversidade. Assunto complexo que pode levar à construção da cidadania ou, se mal trabalhado, reforçar estereótipos e preconceitos.

Pensando nisso, o Núcleo de Apoio à Pesquisa em Estudos Interdisciplinares sobre o Negro Brasileiro, da Universidade de São Paulo (Neinb-USP) lançou a Coleção Percepções da diferença: negros e brancos na escola, pela Editora Terceira Margem.

Organizada pela filósofa e professora da USP Gislene Aparecida dos Santos, a Coleção é composta de dez volumes, escritos por especialistas de diferentes áreas. Os volumes são:

  1. Percepções da diferença;
  2. Maternagem: quando o bebê pede colo;
  3. Moreninho, neguinho, pretinho;
  4. Cabelo bom. Cabelo ruim;
  5. Professora, não quero brincar com aquela negrinha;
  6. Por que riem da África?;
  7. Tímidos ou indisciplinados?;
  8. Professora, existem santos negros? Histórias de identidade religiosa negra;
  9. Brincando e ouvindo histórias;
  10. Eles têm a cara preta!

A obra foi feita para servir de suporte didático para professores e profissionais da educação infantil e do ensino fundamental. “Temos um leque de opções de leitura que certamente darão subsídios preciosos aos especialistas e educadores de nosso país, que presenciam, diariamente, situações de discriminações sofridas por crianças negras e se sentem despreparados para agir e alterar esse cotidiano escolar”, afirma Dilma de Melo Silva, professora da USP e membro do corpo editorial da Terceira Margem Editora.

Para Gislene Santos, professora da USP e organizadora da Coleção, “o tema diversidade e diferenças é um desafio para todo educador, mais do que uma apropriação teórica, trabalhar em sala de aula de modo a colocar em movimento idéias e práticas que estimulem a aproximação entre os diferentes requer dedicação e empenho”, salienta Gislene.

A Coleção também teve apoio do Ministério da Educação,. Sociedade Científica de Estudos da Arte

Os volumes podem ser adquiridos na Terceira Margem Editora, pelo telefone 011-5081-4085 ou pelos e-mails terceiramargemeditora@ig.com.br e cesa@cesa.art.br.