Você está aquiEducomunicação, símbolo de convivência e de paz criativa, afirma professor da Espanha

Educomunicação, símbolo de convivência e de paz criativa, afirma professor da Espanha


Super Destque da Notícia: 
1
Feed XML

Em mensagens postadas de seu Facebook, no dia 25 de outubro, o Professor Agustín García Mantilla, Decano da Faculdade de Ciências Sociais, Jurídicas e da Comunicação, da Universidade de Valladolid, campus de Segovia, Espanha, aproveitou a oportunidade da realização do II Congresso Internacional sobre Competência Midiática, ocorrido na Universidade Federal de Juiz de Fora, entre 23 e 25 de outubro último, para celebrar a prática educomunicativa no mundo ibero-americano.

Para Mantilla, a educomunicação se tornou um símbolo de convivência e de paz criativa!

Afirma textualmente o Professor, numa mensagem intitulada: ”Cuando la educomunicación se convierte en un símbolo de convivência y paz creativa”: Desde los años ochenta del siglo XX, educomunicadoras y educomunicadores de todo el mundo, hemos trabajado con tenacidad para construir una fuerza de paz, encuentro y diálogo constructivo. Ayer mismo, fue en Juiz de Fora, Brasil, el año que viene podrá ser en Medellín, Colombia. Pero siempre existirá una memoria que hará que podamos compartir una patria común ideal en la que no haga falta enarbolar banderas y en la que compartamos ese nuevo Esperanto basado en la empatía. Ese territorio común será capaz de acoger a cualquier ser humano de buena voluntad.

Um brinde aos educomunicadores!

Em outra postagem, Agustín García Mantilla relembrou uma parte significativa da história do pensamento educomunicativo no mundo Iberoameriocano, especialmente em seu país. Transcrevemos para o português, a manifestação do professor de Segovia transmitida, via facebook, após uma palestra que o Prof. Ismar havia ministrado, em Juiz de Fora, sobre a especificidade do pensamento educomunicativo sistematizado pelo NCE/USP entre 2007 e 2009.

São palavras suas: Relembrando a história da educomunicação com o mestre e amigo brasileiro Ismar de Oliveira, recordamos tantos anos de história!

Lembranças de Mário Kaplun, Roberto Aparici, Miguel Vázquez Feire, Luis Álvarez Pousa, Manuel Gonzales, e de centenas de educomunicadores de todo o mundo. No próximo ano são 20 anos do Congresso de São Paulo (NCE/USP). Neste mesmo ano completam-se 30 anos da primeira edição do curso multimídia da UNED (Madri) dedicado à leitura da imagem. O tempo passa, mas não desistimos!

Avançamos e nunca houve tantas oportunidades para celebrar a amizade com tantas e tantos educomunicadores de referência, como: Joan Ferrés Prats, Enrique Martínez-Salanova Sanchez, Ignacio Aguaded, Alfonso Guitiérrez, Jose Andonio Gabelas Barroso, Sara Osuna Acedo, Carmen Marta Lazo, Fernando Tucho Fernández, Daniel Aparicio, Tíscar Lara, Maria Miret García, Aquilina Fueyo, Queli Fgfg, Carmen Mayugo e comnpanheiros e companheiras que continuam trabalhando pela educomunicação de uma ou de outra forma. Lembramos também de Jon Dornaleteche, Álex Buitrago, Susana de Andrés, Orvalho Collado, Mari Cruz Alvarado, Roberta Moraes... e muito mais nomes que devem se sentir referidos e representados nesta citação de homenagem.

Concluiu o Prof. Agustín: Nunca se fazem esforços inúteis. Sempre damos passos adiante. Brindo a todas as pessoas que tornam possível que continuemos a acreditar na Educomunicação como motor de mudança.