Você está aqui Revista da Cásper Líbero fala sobre leitura crítica e educomunicação

Revista da Cásper Líbero fala sobre leitura crítica e educomunicação


Data de Publicação: 
Wed, 07/03/2012

A revista Communicare, do Centro Interdisciplinar de Pesquisada Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo, acaba de publicar o artigo Da leitura crítica dos meios de comunicação à Educomunicação no Brasil, de autoria de Caio Dib de Seixas (Graduando da Faculdade de Jornalismo da Cásper Líbero, pesquisador em Educomunicação e integrante da equipe de Novos Negócios, Pesquisa & Desenvolvimento do setor de Tecnologia de Educação da Abril Educação) e Pedro Ortiz (Jornalista, diretor da TV USP, professor da graduação e da pós-graduação em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero).

O artigo caracteriza o termo Educomunicação e apresenta contextualização histórico­sociológica do conceito no Brasil. Parte da década de 1950, falando dos cineclubes da Igreja Católica até as atuais possibilidades de trabalho na área. Também aborda o tema da perda da identidade do sujeito na pós-modernidade e como a Educomunicação trabalha com essa questão.

Acesso: http://www.casperlibero.edu.br/rep_arquivos/2011/12/22/1324574355.pdf

No texto eletrônico, o espaço ocupado pelo artigo vai da pg. 65 à pg. 92 . Já na revista impressa, as páginas vão da 126 à 140.

 

---------------

Posteriormente a esta data, a faculdade divulgou em seu site sobre essa publicação que pode ser vista pelo link: http://www.facasper.com.br/noticias/index.php/,n=7388.html

 

Revista Communicare

Educomunicação, perda de identidade na pós-modernidade e mercado de trabalho. Esses são termos encontrados no artigo Da leitura crítica dos meios de comunicação à Educomunicação no Brasil. Os autores, Caio Dib de Seixas, graduando de jornalismo da Cásper Líbero e Pedro Ortiz, jornalista e professor da graduação e da pós-graduação da Faculdade, mostram por meio do artigo que hoje a escola não é mais a principal instância do saber, nem a única fonte legítima. Atualmente as pessoas, e principalmente os jovens, podem se aprimorar em determinados assuntos fazendo buscas fáceis, rápidas e dinâmicas em sites da internet. “Educomunicação é uma outra maneira de educar. Nela, o aluno não fica sentado em fileiras ouvindo o professor falar. Esse jovem tem voz, age, constrói conhecimento debatendo com o grupo, argumentando e, principalmente, criando produtos midiáticos” diz Caio Dib.