Você está aquiInstalado o curso de Educomunicação da USP

Instalado o curso de Educomunicação da USP


Feed XML

Com uma palestra sobre sua trajetória enquanto professora, produtora de mídia, fundadora da Miltirio e secretária de educação do município do Rio de Janeiro, Regina de Assis abriu, na noite do dia 28 de fevereiro, o curso de Licenciatura em Educomunicação, promovido pela Escola de Comunicações e Artes, com a presença da Pró-Reitora de Graduação, Profa. Telma Maria Tenório Zorn, da Vice-Diretora da ECA, Profa. Maria Dora Genis Mourão e Prof. Ismar de Oliveira Soares, Coordenador da Licenciatura.

Assistiram à aula magna os alunos matriculados no programa, acompanhados do corpo docente do novo curso, representados pelos professores Roseli Fígaro, Coordenadora da Comissão de Graduação do mesmo departamento, e dos docentes Adilson Odair Citelli, Maria Immacolata Vassalo Lopes, Maria Cristina Mungioli, Celso Frederico, Irene Machado e Vinicius Romanini.

Prestigiaram o evento, a Profa. Danielle Andrade, coordenadora do Bacharelado em Educomunicação da UFCG – Universidade Federal de Campina Grande; as cineastas Teresa Aguiar e Ariane Porto; um grupo de representantes da Revista Viração sob a coordenação da jornalista Lilian Romão; Henry Grazinoli, coordenador do Portal TelaBrasil, representando a cineasta Lais Bodansky, além de um grupo de 20 pesquisadores vinculados ao NCE – Núcleo de Comunicação e Educação e ao programa de pós-graduação em Ciências da Comunicação da ECA/USP e de duas pesquisadoras externas à USP: Patricia Zimmermann, estudante da UNIVALE – Universidade do Vale do Itajaí, SC, e Beth Titchiner, da Inglaterra.

Professora Thelma: Inovação

A Pró-Reitora Thelma Zorn sinalizou para o caráter inovador do novo curso, parabenizando a ECA por sua opção pela licenciatura. Teceu comentários sobre o papel do educador e do educomunicador na sociedade, bom como sobre o perfil desses profissionais, numa sociedade em mudanças. Garantiu que a Pró-Reitoria de Graduação da USP está disposta a colaborar para o êxito da iniciativa. Depois da aula inaugural, pediu a palavra para agregar que também ela já havia feito seu exercício de prática educomunicativa ao produzir um roteiro para um documentário científico em sua área de ensino, a medicina. A Profa. Dora Mourão, no ato representando o Prof. Mauro Wilton, diretor da ECA, declarou-se emocionada em ver reconhecido o esforço do Departamento de Comunicações e Artes para construir um projeto coerente com sua tradição de pesquisa e de docência.

Regina de Assis: caminhos de prática profissional

Ao apresentar a conferencista, o Prof. Ismar Soares disse à plateia que nenhuma outra pessoa, no Brasil, poderia representar melhor o perfil do profissional a ser formado pela Licenciatura que estava sendo implantada na USP do que a professora e produtora de mídia Regina de Assis. Segundo Soares, a Profa. Regina abriu um caminho de prática profissional na interface comunicação/educação ao criar a Multirio, empresa da prefeitura do Rio de Janeiro voltada a assessorar o sistema educativo na relação de seus professores e alunos com o complexo e multidisciplinar mundo da mídia. Enquanto gestora, Regina se caracteriza - ainda de acordo com o coordenador do novo curso da USP - como uma articuladora de projetos na área, promovendo produções e eventos que acabaram por delinear um caminho de legitimação do fazer educomunicativo, servindo como inspiração para os formuladores das metas a serem atingidas pela Licenciatura em Educomunicação.

Por sua vez, a conferencista discorreu, ao longo de uma hora, sobre sua história de vida, ressaltando sua preocupação em promover políticas públicas voltadas para a criação de espaços de formação, articulação e de produção, com capacidade de mobilização de redes complexas, como a representada pelo sistema de educação pública da cidade do Rio de Janeiro.

Pesquisadora da Inglaterra

Entre as convidadas para a aula magna da Licenciatura em Educomunicação, a pesquisadora Beth Titchiner, da University of East Anglia, assim se expressou ao final da instalação do programa: Eu queria agradecer a recepcão e a hospidalidade nas minhas primeiras visitas à ECA. Acho que seria ótimo abrir um dialogo sobre o conceito de educomunicacao no meu pais. Lembro-me que uma das professoras da minha universidade ficou muito interessada no educom e estava tentando entender os textos do site do NCE atraves do google translate. A barreira de lingua me pareceu uma pena enorme. Num futuro momento seria muito bom traduzir alguns textos para Ingles! Mesmo que o educom surgiu de um contexto latino-americano, acredito que os educadores na Inglaterra enfrentam muitas das mesmas questões que os educadores aqui, e que o conceito de educom poderia abrir muito o dialogo com os discursos do media literacy e da media education. Na verdade, na Inglaterra temos um acesso incrivelmente limitado para a riqueza de pensamento nessa área que ja foi publicado em Portugues e Espanhol.

Por sua vez, Patricia Zimmermann, estudante da UNIVALE – Universidade do Vale do Itajaí, presente ao evento especialmente para colher subsídios para sua monografia que tem como tema justamente a Licenciatura implantada pelo CCA/ECA-USP, informou que a aula da Profa. Regina de Assis representou um verdadeiro acontecimento, carregado de emoção e entusiasmo, condizente com a natureza do campo da educomunicação, mas dificilmente encontráveis em reuniões acadêmicos dessa natureza.